MANA TIMOR

GABRIELA CARRASCALÃO

5 A 28 OUTUBRO |

SALA ESTÚDIO

PREÇÁRIO:
Entrada Livre

Inauguração a 5 de outubro







MANA TIMOR

SINOPSE

Gabriela Carrascalão faz parte de uma elite restrita de artistas Timorenses de que muito nos orgulhamos.

Desde cedo revelou sensibilidade da alma, e delicadeza das mãos para retratar em tela a beleza da Natureza  e da Humanidade de forma sedutora, realçando a magia da nossa ilha, enfeitiçada e sagrada, mas também, consegue retratar os dramas e sofrimentos por que passou.

A Gabriela eleva-se no patamar de grandes nomes que transmitem em tela, com uma forte intensidade, os factos e eventos que resultam da acção humana, boas e más. Ela faz-nos sair do nosso dia a dia, e nos guia pelos caminhos da vida.

Gabriela Carrascalão, mulher serena e simples, alma generosa, devota à sua terra de origem, Timor-Leste, abrange na sua arte, (agora na terra da Serra da Estrela), o Ramelau e daí...Himalaias!

A Gabriela nos faz orgulhar, de sermos Timorenses e de sermos deste Mundo.

 

José Ramos Horta

( Nobel da Paz)


 

BIOGRAFIA

Gabriela Carrascalão nasceu na Fazenda Algarve, em Timor-Leste a 29 de março de 1949.

Cedo começou a pintar como autodidata, tendo depois ingressado na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa onde teve como professores, Mestre Escultor Lagoa Henriques, Mestre Helder Neves, Mestre Clara Meneres, e Mestre Gil Teixeira Lopes, entre outros.Como pintora, desenvolveu um estilo muito próprio entre o Impressionismo Étnico, e a mestiçagem, o que lhe dá um perfil peculiar e único. Influenciada pela luta do seu Povo pela independência podemos dizer que a sua pintura reflete a alma de Timor-Leste numa arte para o Mundo. É casada com o compositor, poeta e músico José Cid e reside atualmente em Mogofores


 

PARTILHAR: