O AMANTE

ADIADO |

AUDITÓRIO

CE: M/14

DURAÇÃO: 1H00

PREÇÁRIO:
10€ (com descontos)

ADQUIRIR BILHETES







O AMANTE

SINOPSE

Como e por que nos emocionamos? Como é que usamos os sentimentos para construir as nossas personalidades? E como é que as emoções ajudam ou prejudicam as nossas intenções? Se quisermos compreender os conflitos e as contradições da condição humana, precisamos de reconhecer a interação, o jogo, tanto favorável como desfavorável, entre sentimentos e raciocínio. O Amante, de Harold Pinter, propõe um mergulho e o jogo permanente na narrativa de uma relação amorosa entre duas pessoas, através dos seus fetiches, mostrando-nos a necessidade de lidar com as contradições do coração, com os seus conflitos, e o desejo de reconciliação, apresentado de forma tortuosa e ambígua; o texto é onde assenta a construção da mentira.

FICHA ARTÍSTICA

Texto Harold Pinter 

Tradução Pedro Marques 

Direção Albano Jerónimo e Cláudia Lucas Chéu 

Interpretação Custódia Gallego, Virgílio Castelo e Luís Puto 

Música original Rui Rebelo

Desenho de luz Rui Monteiro 

Espaço cénico e figurinos António MV

Assistência de encenação Luís Puto 

Apoio à dramaturgia Cláudia Lucas Chéu 

Apoio ao movimento David dos Santos

Assistência desenho de luz Teresa Antunes

Direção de produção Francisco Leone

Produção executiva Luís Puto 

Coprodução Teatro Nacional 21, Teatro da Trindade INATEL, Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão e Centro de Arte de Ovar

Créditos fotográficos Susana Chicó

PARTILHAR: