ESCÂNDALO

MARCOS CARUSO

SEXTA E SÁBADO, 23 E 24 MARÇO 2018 | 21H30

AUDITÓRIO

CE: M/12

DURAÇÃO: 1H30

PREÇÁRIO:
10€

ADQUIRIR BILHETES







ESCÂNDALO

SINOPSE

O Escândalo é o primeiro espetáculo a solo do ator, autor e diretor Marcos Caruso, certamente faz jus ao título. No Rio de Janeiro, onde ficou em cartaz por sete meses, foi “escândalo” de público e crítica. Tanto o texto como a encenação oferecem tudo aquilo que o melhor teatro possui, belas ideias, arrebatamento, humor, a possibilidade de novas visões da vida e da sociedade. A ironia e a subtileza garantem o riso farto, como se fosse uma comédia muito espirituosa, atrevida mesmo. Dinâmico, envolvente, subtil, Marcos Caruso possui o dom da comunicação e não hesita em demonstrar as suas habilidades, é um ator generoso, apaixonado por sua arte.

BIOGRAFIA

Pela primeira vez no Brasil, o premiado texto de Jacques Mougenot oferece ao público a experiência única de investigar a vida e o brado pintor francês Philippe Dussaert, figura controversa no mundo das artes plásticas que, por sinal, como o público descobrirá durante a Comédia já é, por si só, um lugar afeito às controvérsias e paradoxos dos mais simples aos mais extravagantes. O espetáculo em cartaz desde Setembro de 2016 já é considerado o melhor da temporada recebendo críticas maravilhosas e lotando sessões. Indicado a TODOS OS PRÊMIOS DE TEATRO DE 2016 por melhor ator, melhor produção e espetáculo. Formado na Escola de Engenharia de Lilles, o ator e dramaturgo francês Jacques Mougenot resolveu dedicar-se exclusivamente à arte dramática. Para tal, estudou como ator e professor de teatro Jean Laurent Cochet, antigo integrante da Comédie Française. Desde 1989, Mougenot interpretou vários papéis clássicos, principalmentede Molière, Marivaux, Victor Hugo, Labichee Sacha Guitry. Começou então a escrever e interpretar seus próprios espetáculos (peças de teatro e recitais de poesia). Escreveu uma dezena de peças entre as quais “Ainsisoit “je”; La carpe du Duc de Brienne; Corot; Le maître chanteur; L’affaire Dussaert (O Escândalo Dussaert); Le cas Martin Piche; Deux timides à la clé (comédia musical baseada em Labiche); Les fiancés de Loches (comédia musical inspirada em Feydeau); La princesse moche (comédia musical),das quais 6 já foram produzidas em Paris. Em 2011, recebeu o prêmio Philippe Avron por sua peça “L’affaire Dussaert” (O Escândalo Dussaert”), que interpretou mais de 600 vezes.
Um dos atores mais respeitados e requisitados do país com papéis de destaque em novelas e filmes, é também diretor e autor de espetáculos de grande sucesso na história do teatro brasileiro. É considerado um artista completo em todas as áreas, colecionando prêmios e críticas positivas em mais de 40 anos de carreira de absoluto sucesso.

FICHA ARTÍSTICA

Texto
Jacques Mougenot
Tradução
Marilu Seixas Corrêa
Direção
Fernando Philbert
Interpretação
Marcos Caruso
Cenário e Figurino
Natália Lana
Iluminação
Vilmar Olos
Direção Musical
Maíra Freitas
Direção de Produção
Carlos Grun
Realização
Galeria de Arte CorMovimento Ltda

PARTILHAR: